quarta-feira, 18 de setembro de 2013

A entrevista e a retaliação

Após uma excelente vitória contra o Olhanense, que presenciei, o início da semana era mais uma vez de regozijo. O Sporting ganhou, marcou mais uma vez a diferença relativamente ao passado recente e fez-nos regressar o brilho nos olhos quando vemos o clube jogar. Enchente memorável em Faro, a maior de sempre do clube algarvio, a lembrar os rivais que, se calhar, até arrastamos mais pessoas aos estádios que eles...
Na noite de segunda feira, Bruno de Carvalho foi aos estúdios da Sport Tv abordar a actualidade leonina. Explicitou, e bem, vários temas. Dos casos Bruma e Ilori ao capital que a Holdimo fez entrar no clube. Deu até algumas novidades, como a criação de um mini-estádio em Alcochete e também o investimento no atletismo. Medidas francamente positivas e mais soluções para questões prementes do clube.
No seu todo, uma entrevista de grande nível, que mostra que Bruno de Carvalho está a aprender a estar no mundo do futebol, ao mesmo tempo que está a realizar um bom trabalho num clube em que (quase) tudo faltava.
Hoje acordámos com a notícia que Cassamá e Sambú, jovens muito promissores do Sporting, tinham assinado pelo clube do norte. Notícia desconcertante para os sportinguistas, na medida em que estávamos na presença de jovens a quem se auguravam grandes futuros. Ao que parece, a decisão foi tomada pelos pais dos jogadores à revelia do agente e representante Catio Baldé.
Há várias notas a reter desta movimentação:


  • Catio Baldé começa a provar um pouco do veneno que foi servindo ao Sporting em vários casos, não seria esta a altura de começar a colocá-lo de parte em Alcochete?

  • Está mais que visto qual o clube para onde Bruma iria caso lhe tivesse sido dada razão na CAP. O velho do norte ajusta assim contas com Baldé e o Sporting ao mesmo tempo

  • Aguardo a reacção de vários interlocutores no futebol, entre os quais o evangelista do sindicato dos jogadores. Ou aliciar miúdos de 15 anos não tem qualquer significado?

  • Bruno de Carvalho tem o seu primeiro revés do mandato. A abertura de vários campos de batalha ao mesmo tempo descura alguns espaços e assim acontecem estas coisas. Espero que aprenda com o erro
Para finalizar, ao mesmo tempo que critico a direcção do clube por ter deixado fugir estes jovens, não deixo de lembrar que a formação do clube do norte tem sido um 0 autêntico no futebol português. Se calhar os jovens deviam ter pensado nisso antes dos €. E se nós nos temos que precaver com possíveis movimentações destas no futuro, não é menos verdade que só devemos ter nas nossas fileiras quem queira verdadeiramente estar no Sporting. Aos outros, por muito talento que tenham, só podemos mandar pastar para outras freguesias...

3 comentários:

Anónimo disse...

Não acredito que o intermediário Balde não tenha tido intervenção ativa nesta transferência.
O nosso Presidente não deveria renovar com mais nenhum jogador do Balde, a menos que esses jogadores acedessem assinar contratos sem a intervenção do Balde.
Quantos jogadores o Balde não desviou já do Sporting para outros clubes?
Também o Sporting não deveria aceitar novos jogadores trazidos pelo Balde.
Renasce Sporting!
DUARTE

Eduardo disse...

O FCP aliciou jogadores com 15 anos, o SCP quando vai buscar estes miúdos aos clubes mais pequenos que existem por esse país fora faz o quê?
Quando o SCP foi buscar CR com 10/12 anos ao Nacional não aliciou, fez o quê?
O Figo veio do Pastilhas não foi por aliciamento, foi porquê?
O Nani começou no Massamá foi para o SCP porquê?
Pelos vistos nestes casos não foi aliciamento, deve ter sido caridade.

Influência Arbitral disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.